CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Espaços verdes urbanos resilientes às alterações climáticas

Os espaços verdes desempenham uma função ambiental e ecológica muito relevante no meio urbano, constituindo um contributo determinante para a vivência e qualidade de vida das comunidades.

O projeto da Cascais Ambiente, apoiado pelo Fundo Ambiental, contempla a criação de dois espaços verdes multifuncionais, incluindo valências de recreio e lazer e de produção hortícola e a renaturalização das margens de um troço da ribeira das Marianas com recurso à engenharia natural.

A ação consiste na implementação de espaços verdes que testam novas soluções que requerem menos recursos (água e solo), valorizam espécies autóctones e os serviços dos ecossistemas.

Os dois espaços localizam-se em:

- Abóboda – nova área com capacidade de infiltração junto à ribeira e alagamento sem prejuízo das espécies ou da estrutura do equipamento

- Talaíde – reformulação de espaço verde com novas soluções resilientes, mantendo todas as funções ambientais existentes antes da intervenção

 

O projeto contempla ainda a disseminação e replicação de informação de forma livre e gratuita. Desenvolvemos um conjunto de atividades pelo qual os municípios podem beneficiar:

- Manual RENatura – manual para desenho e implementação de espaços verdes resilientes às alterações climáticas. Passível de ser livremente utilizado por qualquer agente envolvido no desenho, planeamento, valorização ou manutenção de espaços verdes em meio urbano.

- Manual para a implementação de equipamentos meteorológicos - Feito em parceria com o programa “Pioneers into Practice” gerido pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Lisboa, com vista a elucidar e assistir os municípios europeus (estando por isso redigido em inglês) e receber propostas em simultâneo que permitam acrescentar novos conhecimentos.

- Formação RENatura – onde se formaram 330 técnicos de todo o país em oito sessões distintas para partilhar os conhecimentos do manual e as experiências do projeto.

- Rede meteorológica de meso escala – disponível em https://meteo.cascais.pt com 5 estações que medem e recolhem dados em tempo real com disponibilização gratuita e livre de toda a informação. Extremamente útil para estudos, ação da proteção civil ou parceiros sectoriais (saúde, turismo, etc.).

- Estudo sobre o impacte dos espaços verdes no clima local das áreas envolventes – com vista a tornar a habitabilidade das cidades mais agradável, em particular com situações de onda de calor.

- Ações de sensibilização escolares – onde desafiamos os professores e alunos a encontrarem as melhores soluções para desenhar, transformar ou qualificar espaços verdes mais adaptados às alterações climáticas.

Toda esta informação é de acesso livre e gratuito, podendo ser replicada por qualquer município ou agente no sector dos espaços verdes e ambiente. A Autarquia está totalmente disponível para esclarecer dúvidas e apoiar ações de parceiros.

 

IMPORTÃNCIA DOS ESPAÇOS VERDES

Os 206 400 habitantes de Cascais usufruem de 3097 parcelas de espaços verdes que totalizam uma área de 112,8 hectares. Destes, cerca de 82 hectares são espaços com necessidade de rega. Nestes espaços, integram-se ainda as hortas urbanas. Atualmente, existem 22 hortas comunitárias que servem 441 famílias e 1974 alunos nas hortas das escolas.

Para além do relevante contributo para a vivência e qualidade de vida dos residentes e centenas de milhares de turistas que todos os anos visitam Cascais, o conjunto destes espaços apresenta uma função ambiental e ecológica determinante para todo o território.

Os espaços verdes urbanos possuem um elevado valor ecológico pela diversidade da flora autóctone e habitats importantes para a conservação que asseguram refúgio e alimento para a fauna. Ou seja, asseguram a proliferação de toda a biodiversidade e coabitação no território.

Acresce ainda o contributo destes espaços para a boa qualidade do ar, amenização térmica, a infiltração de águas no solo e recarga de lençóis freáticos, entre tantas outras.