CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Fundo AdaptCascais

O Fundo AdaptCascais foi criado pela Câmara Municipal de Cascais para apoiar projetos locais de adaptação às alterações climáticas. Enquadrado no Plano de Ação para a Adaptação às Alterações Climáticas de Cascais (PA3C2), o objetivo desta iniciativa inédita passa por transformar ideias em ações que contribuam para a adaptação às alterações climáticas.

 Assim, o Fundo AdaptCascais tem por finalidade mobilizar a sociedade civil e valorizar a sua participação na ação climática, propondo uma efetiva promoção da adaptação às alterações climáticas, com a capacitação de entidades sediadas no concelho de Cascais. Através do financiamento dos projetos, os beneficiários obtêm as condições para implementar as medidas de adaptação, representando um benefício para o município na preparação para as consequências das alterações climáticas, que em muito contribuirá para a prevenção da ocorrência de situações ambientais adversas delas decorrentes.  

As 18 candidaturas admitidas a este fundo de apoio, de acordo com o Regulamento do Fundo AdaptCascais, foram objeto de análise técnica pela Comissão de Avaliação, segundo os critérios estabelecidos no modelo de avaliação que constitui o Anexo I do regulamento, tendo sido cumpridos todos os procedimentos nele previstos para apurar a lista de candidaturas aprovadas para financiamento. 

Deste modo, foram aprovadas para financiamento as 9 candidaturas melhor classificadas (até ser esgotado o montante disponível para financiamento de €24.000 e limitado até €3.000 por projeto). As candidaturas que serão apoiadas são as seguintes (consultar o relatório de avaliação final nos documentos):

1. Associação Movimento Azul – Projeto Caparide, Ribeira Viva
Ações de reabilitação de um troço da Ribeira de Caparide, integrando campanhas de sensibilização e comunicação em todas as vertentes do projeto (online e in situ), estimulando o interesse no território junto de diferentes comunidades jovens e socialmente vulneráveis, com abordagens participativas, quer nas intervenções de base natural previstas para a Ribª , quer na própria divulgação das ações e do tema da adaptação às AC.

2. Safari – Projeto Maré Alta
Campanha de comunicação para sensibilizar os munícipes e visitantes para as consequências das AC em Cascais. Instalação de uma placa de advertência em cada uma das 14 principais praias de Cascais, com referência ao risco de desaparecimento dos areais. Cada placa, concebida num registo chamativo e apelativo à emoção, redirecionará o munícipe, através de um QR code, para uma página online interativa com toda a informação sobre como contribuir para a adaptação do território às alterações climáticas. 

3. IDEIA – Projeto Tires + verde e o Goilão
Ações de sensibilização para comportamentos quotidianos de consumo de água em contexto escolar e familiar e implementar um sistema de monitorização do consumo de água no sentido de delinear boas práticas para a sua poupança, a disseminar a toda a comunidade de Tires. Requalificação do Rio Goilão (limpeza, monitorização) e promoção da sua renaturalização com a mobilização da comunidade, em parceria com a Cascais Ambiente.

4. O nosso sonho – Projeto Aqui não há pássaros
Campanhas de sensibilização sobre os impactes das  alterações climáticas a nível local, com o envolvimento e participação dos residentes e comunidade escolar de Matos Cheirinhos. Requalificação ambiental com a implementação de um corredor verde, com arborização, criação de espaços verdes e horta comunitária (em parceria com a Autarquia).

5. Associação Juvenil Claro – Projeto Mais Peixe, Menos plástico
Ações de capacitação e sensibilização dos pescadores para o descarte correto do lixo plástico, incentivando a sua recolha para reciclagem, promovendo uma economia circular e restaurando o ecossistema marinho. Operacionalização da reciclagem com o envolvimento de entidades parceiras que utilizam plástico como matéria prima para os seus produtos. Criação da marca (estratégia, identidade e divulgação nas redes sociais) que será a base para uma comunicação forte do projeto.  Evento de sensibilização com envolvimento da comunidade e presença das marcas parceiras. Exposição do lixo marinho na baía de Cascais.

6. Criativa – Projeto Zero Waste Talks
Ações de educação e sensibilização da comunidade para as questões do desperdício alimentar em Portugal e no mundo, a sua relação com as alterações climáticas - redução do consumo, do desperdício de alimentos e valorização dos recursos disponíveis localmente - através de Evento presencial, Streaming, Vídeos e Podcasts.

7. Associação Pegadas – Projeto Semear Pegadas
Campanhas de sensibilização e comunicação para os jovens do concelho sobre os impactes das alterações climáticas, através de workshops organizados nas diferentes associações dos bairros sociais que acompanham. Dar a conhecer medidas práticas para adaptação às AC e desenvolver um plano de ações especificas de adaptação, para os grupos de cada bairro, avaliando e partilhando o impacto destas medidas com a comunidade, nas diferentes associações. Organização de visitas ao Parque Natural de Sintra Cascais com os jovens abrangidos, com plantação de uma árvore por cada jovem que integra a associação (com o apoio da Cascais Ambiente).

8. Agrupamento 729 Cascais – Projeto Refill the Future
Campanha de sensibilização através das redes sociais, promovendo a localização dos bebedouros para garrafas, a instalar pela CM de Cascais (evitando o plástico de uso único), os seus benefícios, a redução do impacto ambiental que lhe está associado e permitir assim uma alteração comportamental voluntária.  Colocação de um sensor em cada bebedouro para contabilizar o número de garrafas enchidas e a redução do plástico descartado correspondente, com atualização diária do painel de contagem municipal. Desafio mensal de redução do consumo de plástico, nas redes sociais.

9. Associação dos Antigos Alunos Salesianos do Estoril – Projeto Água Nossa Amiga
Ações de educação, sensibilização e mobilização da comunidade educativa para a valorização e utilização eficiente da água, com a adaptação das instalações sanitárias do espaço escolar, através de dispositivos mais eficientes.

 

DOCUMENTOS:
>  Aviso n.º 559/2021 (publicado em Diário da República)
>  Regulamento do Fundo AdaptCascais
>  Edital 14/2021 - Aprovação do regulamento
> Relatório final de avaliação das candidaturas Fundo AdaptCascais