Está aqui

Waste 4 Think - Cascais

A Cascais Ambiente é um dos parceiros deste projeto europeu que está a ser desenvolvido entre 2016 e 2019, e que passa pela implementação de um sistema PAYT (pay-as-you-throw) no concelho de Cascais.

O que é
O WASTE4Think é um projeto europeu liderado pelo instituto tecnológico DeustoTech da Universidade de Deusto (Espanha), que visa encontrar soluções baseadas em tecnologias de informação que possibilitem a melhoria em todas as fases da gestão de resíduos, com especial foco na participação dos cidadãos para a construção de cidades mais sustentáveis ​​e ecológicas.

Objetivo
O principal objetivo do Waste4Think é passar das práticas de gestão de resíduos atuais para o modo de economia circular demonstrando o valor de integrar e validar 20 soluções eco-inovadoras que cobrem toda a cadeia de valor dos resíduos. Os benefícios dessas soluções demonstrados em 4 áreas urbanas na Europa.

Quem faz parte
Cascais é uma das cidades piloto deste projeto, juntamente com Zamudio (País Basco), Seveso (Itália) e Halandri (Grécia). Ao todo participam nesta iniciativa 19 parceiros oriundos de 6 países da Europa, que vão desde consultoras, empresas tecnológicas, instituições de ensino, associações de defesa do ambiente, além dos municípios.

 

Eco-inovações em desenvolvimento
- Ferramentas de TIC para apoiar a gestão de curto e longo prazo
- Aplicativos para incentivar a participação cidadã
- Materiais educacionais inovadores e jogos ou treino
- Ferramentas científicas para a co-criação de soluções com o cidadão
- Mecanismos para promover mudanças comportamentais baseadas em ações sociais económicas e inovadoras
- Soluções descentralizadas para recuperação de recursos com valor elevados (biodiesel e fraldas)

Resultados esperados
Com as inovações tecnológicas desenvolvidas e testadas, espera-se que qualquer cidade possa construir uma cidade virtual, lançando as bases para a economia circular. A experiência adquirida e as sinergias entre os 19 parceiros supõem e a oportunidade de lançar novos modelos de governança e negócios em torno da economia circular.

Em termos concretos, espera-se:
- redução de 8% da produção dos resíduos
- redução de 10% nas emissões de Gases com Efeito de Estufa (GEE)
- aumento de 20% na separação de resíduos
- 10% de poupança nos custos de gestão

 

Linha Cascais

x

Fale connosco

800 203 186

Em rede